O dom da cura está dentro de todos nós, ele se manifesta de forma diferente de pessoa para pessoa. Aquelas que fazem de seu trabalho diário, a busca da cura das doenças físicas e emocionais de seus semelhantes, estão também cultivando a semente de amor ao próximo. Saber ouvir e atender as necessidades específicas de cada um é o resultado da dedicação, respeito e a intenção em oferecer de maneira sincera e transparente, a melhor forma de cura. Mãos que manipulam para curar e trazer o bem estar para nossos semelhantes. Mãos que bailam entre frascos e recipientes acariciam e energizam com o coração.